The comeback

Voltei de cara lavada e com vontade de escrever.

Não, não postei as fotos de Carnaval porque não me apeteceu. Fui vestida de ovo estrelado, mas não fiz muito sucesso. Foi bonito e triste ao mesmo tempo, mas não me apetece falar disso.
Muita coisa aconteceu entretanto: alegrias, tristezas, desilusões... Enfim, coisas da vida!

Hoje escrevo directamente de Vila Flor, capital do mundo! Bela terra de Trás-os-Montes que assa no Verão e gela no Inverno, mas que nestes dias nem assa nem gela (ia dizer nem assa nem desassa, mas acho que não existe =P). Vim visitar a família e ver a casa nova da minha mana. Realmente, a mobília do IKEA (cujo nome pronuncio sempre de maneira diferente) torna uma casa muito catita.

Mudando completamente de assunto, estou com vontade de ir às compras. Renovar o guarda-roupa é sempre uma lufada de ar fresco na vida de uma pessoa e eu bem que preciso de uma. Posso não ter vida social, mas tenho muita roupa para vestir! (Que triste...lol!) Saiu aí uma colecção de sapatos com desenhos de um tatuador chamado Ed Hardy e eu adoro as sabrinas amarelas que vi numa revista! No outro dia, andava a passear pela Rua Miguel Bombarda e vi na montra da King Kong uma túnica liiiiiiiiiiiiiiiiiiiinda!! Ontem, em casa da minha irmã, vi numa revista umas sandálias muito giras na Loop. Conclusão: provavelmente, perco a cabeça e fico com o saldo da conta bancária a zeros. Depois fico a sentir que trabalhei demasiado durante o mês para só ter direito a dois pares de sapatos e uma túnica... AIIIIIIIIIIII VIDA DE POBRE!!

Já estou a ficar com sono e este texto deixou-me deprimida.

Parva.

Vou dormir.